Texto do curador – German Lorca: Artifício

German Lorca: Arte Ofício Artifício

Mostra individual de German Lorca
Sesc Bom Retiro – 28/10/15 a 26/02/16
São Paulo

Curadoria: Eder Chiodetto
Design: Julia Masagão e Elisa von Randow
Expografia0: Alvaro Razuk

German Lorca nasceu em São Paulo, em 1922, 100 anos após a Independência do Brasil e 100 dias depois da Semana de Arte Moderna.

Ele veio ao mundo entre a Primeira e a Segunda Grandes Guerras Mundiais, entre o Dadaísmo (1916) e o Surrealismo (1924) – os principais movimentos de vanguarda, que alteraram profundamente o estatuto da arte.

Tais acontecimentos, entre outros, configuraram a década de 1920 como uma das mais iconoclastas e libertárias em vários campos do conhecimento. Esse estado das coisas impactou profundamente o comportamento da humanidade e das artes em geral.

Lorca é um legítimo representante desse período. Após filiar-se ao Foto Cine Clube Bandeirante e ter contato com artistas como Geraldo de Barros, Thomaz Farkas e Eduardo Salvatore, entre outros, ajudou a gestar novas possibilidades expressivas para a fotografia brasileira, até então pouco afeita aos avanços da linguagem que já se observava na Europa.

Por meio de justaposições, solarizações e ataques físicos aos negativos, entre outras estratégias, Lorca e amigos ampliaram sobremaneira o repertório semântico da linguagem.

Arte Ofício Artifício busca mostrar como a experimentação de inspiração modernista pautou toda a obra de Lorca, tanto na sua produção artística mais antiga, quanto na sua atividade ligada à publicidade e nos seus recentes e inéditos trabalhos autorais em cor, realizada mais recentemente e exibidos pela primeira vez aqui no Sesc Bom Retiro.

Eder Chiodetto

Captura de Tela 2017-01-17 às 12.19.37

texto_curador

 

 

GALERIA DE IMAGENS