lista_2012

Paralelos, meridianos e outras linhas imaginárias – Texto do Curador

Paralelos, meridianos e outras linhas imaginárias

Mostra individual de Li Cotait
Espaço Arterix – 24/04 a 19/05 de 2012
São Paulo

Curadoria: Eder Chiodetto
Produção: Carlos Dadoorian

Projeto Gráfico: Fábio Ferraz

Entre 1925 e 1931 Alfred Stieglitz fotografou nuvens, para a série Equivalent, como forma de associar essas fotografias com seus diferentes estados de ânimo. As nuvens reaparecem nessa mostra de Li Cotait como citação histórica e, ao mesmo tempo, como estratégia ritualística que propulsiona seus experimentos.

Buscar equivalentes em imagens ou outras expressões que possam representar porções não visíveis das sensações e pensamentos humanos, é uma prática presente em toda história da arte. Cores, formas, texturas e linhas podem cria um campo não racional e não linear que evocam de forma pungente as vibrações interiores, os desvãos, os desejos e as incertezas do ser.

Nessa mostra, Li traça delicadamente suas linhas equivalentes, paralelas e imaginárias em torno de um meridiano improvável, errático e impreciso. Em sua fotografia, que comumente busca representar de forma sensível e cifrada o seu mundo interior e exterior, a artista elege alguns referentes para depois, no processo de equivalências, sequestrá-los de sua forma, de sua quietude, de seu significado inicial. O mundo que surge, convertido pelas equivalências poéticas da artista, é um território do apaziguamento possível entre elementos contrários por natureza. A beleza possível no atrito, no encontro.

Eder Chiodetto

convite_li_cotait_web

sobre_artistastexto_curador

GALERIA DE IMAGENS