lista_2011

Dark Room – Carlos Dadoorian – Artista

Sobre o artista

Carlos Dadoorian

(Rio de Janeiro, RJ, 1964)

Mestre em Estatística e atua como fotógrafo desde 2004. Participou de diversos cursos e workshops de fotografia, com destaque para os do Museu de Arte de São Paulo (MAM-SP) e do International Center of Photography (ICP) em Nova York. Desde 2007, desenvolve trabalhos multimídia utilizando contos de fadas e filmes como referências. A partir desta provocação, foi criado o trabalho para que estes saltos tão grandes?, selecionado para o 26o Arte Pará (2007). Em 2008 participou do projeto coletivo Quase Todos os Dias São Paulo, dirigido e idealizado por Alberto Bitar, vencedor do prêmio do Júri do 3o. Festival de Cinema & Cidade. Em 2009 concluiu o projeto de vídeo-fotos trilogia inconsciente, foi selecionado para o 28o Arte Pará com a série derek me jarman que também integrou a mostra Do Desejo Inconfesso, na Micasa. Em 2010 teve a instalação sf/sm selecionada para o I Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia, Belém/PA. Com este trabalho foi convidado a participar da exposicão “Geração 00”, no SESC Belenzinho. Em 2011 seu projeto Enquanto fumo… foi contemplado pelo II Premio Diário Contemporâneo de Fotografia, Belém/PA. Ainda naquele ano o fotógrafo realizou sua primeira individual: Dark Room, na Fauna Galeria, São Paulo, SP. Em 2012 foi vencedor do Prêmio Brasil de Fotografia, na categoria Pesquisas Contemporâneas, com a instalação Parabéns, São Paulo / Oratório, ensaio desenvolvido originalmente para a 3a. Mostra São Paulo de Fotografia, realizada no mesmo ano. Carlos Dadoorian vive e trabalha em São Paulo.

texto_curador sobre_artistas